Dia Nacional do Psicólogo: conheça a ABIPSI - Articulação Brasileira de Psicólogos Indígenas

Atualizado: Set 1


No dia 27 de Agosto é comemorado anualmente o dia nacional do(a) psicólogo(a). Aproveitamos essa data para falar da Articulação Brasileira dos Psicólogos Indígenas (ABIPSI), que luta por uma psicologia pintada de urucum e jenipapo. Fundada em Maio de 2020, a ABIPSI reúne, através das redes sociais, os psicólogos e psicólogas pertencentes a diversos povos de todo o país. Com esse movimento, os profissionais buscam dar visibilidade a uma nova forma de pensar a psicologia e agir ativamente nas construções de políticas públicas.

Niza Pereira, psicóloga do povo Macuxi. (Foto: Divulgação)

Os psicólogos indígenas rompem com os limites tradicionais da área, que não leva em consideração as especifidades da saúde mental de pessoas indígenas. Nas aldeias ou cidades, os povos indígenas são afetados pelo racismo estrutural, muitas vezes vivenciando o não-pertencimento, a estigmatização, a baixa auto estima, o suicídio e a violência. Logo, psicologia através de uma perspectiva indígena torna-se cada vez mais necessária.


Em texto nas redes sociais, a ABIPSI fala um pouco sobre os objetivos da articulação. Confira-o na íntegra:

"A psicologia historicamente tem sido construída enquanto ciência e profissão de acordo com um modelo da sociedade ocidental. Suas práticas, por diferentes conjunturas chegou nas comunidades indígenas de diversos povos do Brasil. Chegou como uma ciência branca, colonizadora, etnocêntrica e por vezes, racista. Trazendo um discurso de explicar para os indígenas o que é saúde mental e pensando políticas públicas, por vezes, sem considerar os códigos culturais indígenas - negligenciando o próprio sistema de cuidado e cosmologia que os indígenas dispõem para enfrentar as fragilidades psicossociais que enfrentam desde a Invasão do Brasil.⁣

Como a história é dinâmica, e por isso, nada está pronto ou totalmente acabado... Um certo dia, um grupo de indígenas psicólogos e psicólogas resolveram romper com o silêncio da dominação e ocupar o seu lugar de fala (legítimo) na construção das políticas públicas para os seus. Vislumbrando construir uma Psicologia Indígena, ou seja, almejando uma ciência plural capaz de acolher as diversidades e singularidades dos povos indígenas.⁣

Logo da ABIPSI, desenvolvido por Yacunã Tuxá.

Como sujeitos ativos que somos, rompemos o silêncio opressor em resposta a luta histórica de nossos ancestrais, não mais aceitando que os não-indígenas venham falando por nós, nos tutelando, ainda que veladamente. Assim, decidimos construir uma nova Psicologia, pensada com e por povos indígenas. Deste modo, nasceu a Articulação Brasileira dos(as) Indígenas Psicólogos(as): por uma Psicologia pintada de Jenipapo e Urucum.⁣ Avante!"

Acompanhe a ABIPSI no instagram.




Texto por Isabela Santana

Para Visibilidade Indígena

ACOMPANHE O VI NAS REDES SOCIAIS!

E-MAIL PARA CONTATO:

CONTATOVISIBILIDADEINDIGENA@GMAIL.COM